COFIT Comité Organizador de Festivais Internacionais da ilha Terceira

Grupos de Folclore da Ilha Terceira

Grupo de Balhos e Cantares da Ilha Terceira

O grupo de “Balhos e Cantares da Ilha Terceira” foi fundado a 25 de Maio de 1968 na Freguesia da Conceição, Angra do Heroísmo

O grupo tem por objetivos estudar e divulgar o folclore terceirense, proporcionar aos seus associados meios de cultura e recreio e manter vivas as tradições respeitando o legado dos seus antepassados.

Apresenta as “modas” que fazem parte do “balho direito” ou “balho à antiga”. Para além destas, apresenta outras que eram cantadas e dançadas após os terços rezados em louvor ao Divino Espírito Santo, ou em desfolhadas, vindimas, matança do porco, natal… ou em qualquer outra ocasião festiva ou de trabalho.

Os seus trajes representam os modos de trajar de várias épocas. A maioria das recolhas reporta a meados do século XIX, até aos anos cinquenta do século XX, como por exemplo trajes de cerimónia, lavrador abastado, leiteiro, domingueiro, trabalhar na eira, cavador, lavadeira, ceifar, solteira, ir à missa, vendedor de fruta, moleiro, lenhador, festa… e outros usados no dia-a-dia por homens e mulheres.

O grupo participa e atua em vários eventos, festivais de Folclore, intercâmbios culturais, congressos, conferências e ações de formação. Para além disso, também executa artesanato. Nas suas digressões há a destacar: a digressão à cidade de Munique na Alemanha, onde representou os Açores no 1º Festival Mundial de Folclore; duas digressões aos Estados Unidos da América (U.S.A); duas digressões ao Canada; a digressão à antiga União Soviética (República da Arménia); as digressões a Portugal Continental para participar em Festivais de Folclore nacionais e internacionais; deslocações a várias ilhas dos Açores.

 



Fotografia

Top